De malas prontas para o México

Michel Yakini participa da 21ª edição da renomada Feira Internacional de Livros em Zócalo, o centro histórico e marco zero da Cidade do México, da qual o Brasil é convidado de honra

 

13/10/2014

Mais de sete mil quilômetros. Está é a média de distância de mais um intercâmbio entre a pulsante literatura da periferia de São Paulo e o mundo. Desta vez, o destino é Cidade do México, mais precisamente a 21ª edição da renomada Feira Internacional de Livros em Zócalo, o centro histórico e marco zero da cidade, da qual o Brasil é convidado de honra.

 

A Feira teve início na última sexta-feira (10) e encerra-se no domingo (19). Entre os convidados para partilhar algumas experiências está o escritor Michel Yakini, autor de, entre outros livros, “Crônicas de um Peladeiro”, além de ser co-fundador do Sarau Elo da Corrente, em Pirituba, Zona Oeste de São Paulo (SP). Junto a ele, escritores como Vagner Souza (Sarau da Brasa), Allan da Rosa, Binho e Ferréz também marcam presença.

 

"Será mais uma grande oportunidade de ampliar as teias que nosso trabalho vem fazendo, ainda mais em um país que a gente tem boas referencias literárias e movimentos sociais como o México. Espero que possamos fortalecer nossa presença por lá mantendo as portas abertas para que outros autores e articuladores das periferias de São Paulo possam voltar lá", diz Michel Yakini.

 

O convite mexicano é fruto da publicação “Saraus – Movimiento / Literatura / Periferia / São Paulo”, organizado por Lucía Tennina, professora da Universidade de Buenos Aires (Argentina) e pesquisadora da cultura periférica de São Paulo; e editado por Gerardo González. O livro, que foi lançado neste ano durante a 40° edição da Feira Internacional do Livro de Buenos Aires, na qual coletivos e artistas paulistanos fizeram uma participação especial, agora será partilhado nas terras mexicanas, com lançamento marcado para esta segunda-feira (13).

 

 “Meu coração esta alegre com essa viagem. Saber que nossa literatura feita aqui pelas bordas esta ocupando vários espaços, em vários países e nos colocando em contato com experiências admiradas por nós”, comenta Vagner Souza, do Sarau da Brasa.

 

Ele e Michel explicam que, além da programação da feira, alguns escritores terão a oportunidade de conhecer um pouco do movimento literário dos “bairros bravos”, como as “quebradas” de lá são chamadas. “Em Chiapas vamos visitar territórios do Movimento Zapatista com o escritor e parceiro mexicano Alejandro Reyes”, explica Michel.

 

Para saber mais sobre os escritores brasileiros convidados acessem:

http://www.feriadellibro.cultura.df.gob.mx/index.php/brasil

 

Veja mais sobre a Feira e sua programação completa:

http://www.feriadellibro.cultura.df.gob.mx/index.php/brasil/presentacionesbrasil

Todo material do site pode ser reproduzido por qualquer veículo de comunicação, desde que citada a fonte e mantida a íntegra do material. © 2014 

  • Twitter Clean
  • Facebook Clean